12/12/2007

A desculpa de Olivetto

Na última terça, o publicitário Washington Olivetto escreveu em seu blog uma justificativa para não assumir atividades no Corinthians:

Pessoal, 

De corintiano para corintianos.

Nos últimos 5 meses, fui pessoal e publicamente, oficial e informalmente convidado diversas vezes para assumir atividades no Corinthians, equipe da qual não só sou fanático torcedor, como também tive o privilégio de ser vice-presidente de marketing no bem-sucedido período da Democracia Corintiana. Não aceitei nenhum dos convites, pedidos e apelos.

Nos últimos dias, esses convites retornaram — com pedidos até mesmo para que eu assumisse a presidência de um grupo independente, auxiliar da diretoria do clube. Resolvi não aceitar novamente e explico aqui o porquê dessa decisão.

"Minha mulher, meus filhos, meus amigos e meus sócios me pedem, pelos mais variados motivos — de ordem pessoal e profissional —, que eu não aceite participar oficialmente de nenhuma atividade ligada ao Corinthians. Resolvi atender ao pedido deles. Vou me manter apenas como o fanático torcedor que sempre fui.

Obviamente, se surgirem oportunidades profissionais ligadas ao Corinthians tecnicamente interessantes para os meus clientes, não hesitarei em recomendá-las veementemente.

Do mesmo modo, se eu tiver idéias que considere boas ou úteis e possam ser colocadas em prática pelo clube, não terei dúvidas quanto a doá-las.

Neste momento, existem pessoas ligadas ao projeto de recuperação do Corinthians, como o meu particular amigo Luiz Paulo Rosemberg, a quem respeito e admiro muito.

Espero que a recuperação ocorra e que eu venha até mesmo a me arrepender de não ter participado oficialmente deste momento histórico. Torcerei para que isso aconteça. Mais do que nunca."

Washington Olivetto
 
 
Comentário do Bloggueiro:
 
É nesses momentos que se conheçe um verdadeiro corintiano, não aquele que atende ao apelo de tanta gente em detrimento ao seu clube de coração. O Corinthians precisa de gente competente, raçuda, com culhão e não de pessoas omissas com medo da própria sombra. Aí lhes pergunto: desenvolver um plano de marketing infantil para o time adversário pode, né? Fazer campanha política dizendo que possivelmente participaria antes de uma eleição também pode, né? Olivetto, o Corinthians não precisa de charge ou textos em jornais, pois é maior do que isso... reveja seus conceitos, pois uma ENORME oportunidade bateu a sua porta e simplesmente você a deixou escapar. Lamentável.
Postar um comentário