12/16/2007

Acerto com Passarella

Timão chega a um acordo com Passarella
Dívida de mais de R$ 3 milhões com ex-técnico é paga pela diretoria
Por Rodrigo Vessoni

Depois de resolver a pendência de quase R$ 15 milhões com o Lyon (FRA) referente ao caso Nilmar, a diretoria do Corinthians chegou a um acordo com Daniel Passarela.

O treinador, que trabalhou no Parque São Jorge nos primeiros meses de 2005, entrou com uma ação na Fifa pleiteando cerca de R$ 3,5 milhões da rescisão contratual.

Para resolver o problema, a diretoria corintiana propôs ao advogado Mário Waismann, que representa Passarella, o parcelamento da dívida. A proposta foi aceita e o acordo verbal já existe entre as partes.

– Apenas não foi assinado ainda, mas a situação foi resolvida. Mas não posso dizer em quantas parcelas porque isso é com o Raul (Corrêa da Silva, vice de finanças) – explicou Sérgio Alvarenga, vice-presidente de negócios jurídicos.

À época, o pagamento deveria ter sido feito pelo MSI, que trouxe o treinador para o Timão. Porém, a empresa não aceitou pagar a rescisão contratual com a alegação que ele não havia sido contratado apenas para a função de treinador.

O Timão poderia sofrer sanções esportivas caso não quitasse.
 
 
Comentário do Bloggueiro:
 
Que este caso sirva de exemplo para qualquer outro tipo de contrato de 'risco' feito no futebol. Passarella caiu por conta de Roger, Roger caiu por conta de sua vaidade ser maior que seu futebol, no fim das contas, o Corinthians paga o técnico, vê seu jogador de milhões desvalorizar, sobrando apenas as contas para pagar. Obrigado MSI, obrigado Passarella e obrigado Roger... sem vocês, não saberiamos o que fazer com o Felipe! O recado está dado...
Postar um comentário