4/07/2008

O pior negócio

Uma enquete do blog do Juca Kfouri questionava quem teria feito o pior negócio: O Flu com Gustavo Nery, o São Paulo com Carlos Alberto, o Grêmio com Roger ou o Palmeiras com Léo Lima?
 
Nery, Cazalbé e Roger foram campeões no Corinthians de 2005, mas o que aconteceu para cairem tanto de produção? Penso eu que o jogador quando chega ao topo de sua carreira, na visão do próprio jogador, imagina-se que não precise provar mais nada a ninguém, que 2 horas de musculação não são mais tão necessárias, que dar aquele 'pique' a mais nem pensar, assim o profissional se torna passivo, refém do próprio sucesso e, sem o menor pudor, calça as suas havaianas.
 
Será que o que se fala na boca pequena realmente aconteceu? Abuso da bebida antes das concentrações e treinamentos? A companheira que terminou o relacionamento para ficar com outrA e ainda levou uma grana? O tempo no DM descobriu uma forma de ganhar bem sem jogar, tirando a vontade de se superar? Vai saber...
 
Lamentável esses e outros casos, em que o jogador pode render mais, porém por um motivo qualquer, insiste em limitar-se. Veja o Adriano no São Paulo, joga quando quer e faz pouco caso do clube, patrocinador e torcida, quando ficou por um fio para sair massacrado do clube, voltando como 'moleque' pra Inter, caiu-lhe a ficha e voltou a jogar o que sabe, mas a torcida não é idiota, o Imperador joga pra ele e só, seu carisma com a torcida é zero. Veja o Acosta, contratado a peso de ouro pelo Corinthians, tem de lidar com 'pití' da família, crise de depressão e joga a culpa na superstição da camisa 25, tenha dó.
 
Parece uma doença interminável, a cada dia os torcedores observam promessas se transformarem em jogadores sem vontade, sem carisma, sem raça... aquele jogador do Paraná veste a camisa do São Paulo e murcha, o raçudo jogador do interior veste a camisa do Corinthians e apaga, e por aí vão tantos exemplos...  
 
O futuro parece cair nos contratos de risco, onde o jogador só recebe por produção e aproveitamento, mas como avaliar um lateral, meia ou zagueiro? Esta é uma discussão para outro 'post'.
 
E sobre quem fez o pior negócio, bom é complicado... neste caso, acho que houve um empate técnico!
Postar um comentário