4/21/2008

Kibeloco: Gás de Pimenta

 
Piadas a parte, o que aconteceu no Palestra é vergonhoso. Veja, não estou culpando o Palmeiras ou o São Paulo, mas a reunião de tantos fatores extra-campo demonstrou mais uma vez que eu estava certo em minhas desconfianças.
 
Antes do campeonato começar, afirmei que o Palmeiras seria campeão e enumerei alguns fatores extra-campo que reforçavam minha tese. Disse que se tais fatores não contribuissem para a chegada do Palmeiras ao quadrangular (coisa que não acreditava, se tudo fosse feito de maneira direita), o Corinthians estaria entre os finalistas.
 
O que podemos dizer... o Palmeiras ABRIU MÃO de uma renda de R$ 1 Milhão para jogar no seu estádio, que até então estava vetado e MISTERIOSAMENTE foi liberado. No jogo de volta, já sem a torcida adversária, já que a carga reduzida fez com que menos de 10% do estádio fosse do adversário, veio essa de gás de pimenta, luz apagando e tal e coisa, numa total COINCIDÊNCIA.
 
Ah, aprendi que COINCIDÊNCIAS não acontecem por "ACASO", mas tudo bem, só reforçou minha tese. O Palmeiras ganhou dentro e fora de campo e está na final.
 
A minha surpresa foi com a Ponte, o goleiro Aranha, que me permitem o palavrão, PUTAQUEOPARIU catou tudo e mais um pouco, se ele fizer o mesmo na final, a Traffic precisará mais do que o extra-campo para garantir a valorização de seus pupilos.
 
E para o São Paulo, sobrou apenas a música do comercial 'Pipoca e Guaraná', já que os dois gols foram resultado de um time despeparado para jogar na casa do adversário e assim, Valdívia chora de felicidade, com a dancinha do Tevez (cumbia), para o horror da Fiel.
Postar um comentário