12/11/2008

Sobre a Emirates

A Emirates está revendo sua publicidade global, visando promover a Copa do Mundo de 2010.
 
Para tanto, convidou as agências BBDO, a Saatchi & Saatchi Londres e a Fallon para apresentarem propostas visando comandar a conta da compania nos próximos 2 anos. A agência Leagas Delaney, atual empresa responsável pela publicidade da compania aérea, não participará deste concurso. Além disso, está em jogo a conta de marketing digital da compania, que envolvem outras cinco agências e que terá resultado divulgado na próxima semana.
 
A parceira do Arsenal da Inglaterra teve seu nome vinculado aos grandes clubes de São Paulo durante todo o ano de 2008, porém sua assessoria de imprensa informou que as informações veiculadas sobre qualquer interesse não passam de especulações e que nenhum documento oficial com tal finalidade foi apresentado ao São Paulo, Palmeiras ou Corinthians, informando que a Emirates não tem projetos para patrocínio de futebol para o próximo ano.
 
No PSJ entretanto, a notícia é que a Emirates está negociando com o Corinthians, que pretende utilizar Ronaldo Nazário como garoto propaganda e alguns apostam inclusive em um jogo amistoso em Dubai, cuja a data já estaria previamente marcada, com avião e hotel reservados para a delegação alvinegra.
 
Rosenberg já divulgou que a crise dificulta negociações, pedindo paciência aos que o consultam. Ele avisa que tem noção do valor da camisa do Corinthians, que terão um investidor que cubra tal valor pretendido pela diretoria, mas que um possível acordo pode ocorrer somente poucos dias antes da estréia no Paulistão. Não confirmou e nem descartou a Emirates.
 
Assim, o boato continuará, firme e forte, enquanto a Emirates agradece a propaganda gratuita e viral, quase um marketing de guerrilha ao contrário, um novo case de propaganda para ser analisado!
Postar um comentário