3/11/2008

Cemitério para torcedores

 
 
 
 
 
 
No auge da parceria com a MSI, nasceu a idéia do Batismo Corinthiano, onde o torcedor poderia ser batizado na capela do PSJ, porém a idéia não se tornou realidade.
 
No ano seguinte, o time da Vila Sônia inaugura o Batismo Tricolor, voltado para crianças e formando o torcedor do futuro.
 
Agora com a nova diretoria, o 'Nasci Corinthiano' já é realidade e em breve a parceria com a Medial proporcionará o nascimento do novo torcedor sob o berço alvinegro, com direito a médico trajando uniforme do clube.
 
Se a idéia de fidelizar o novo torcedor já está em prática em boa parte dos grandes paulistas, outros clubes estão pensando justamente naqueles que se vão.
 
O Espanyol, o Boca e o Hamburgo são exemplos disso, querendo abrigar o apaixonado torcedor que quer 'descansar em paz' juntinho do seu clube de coração.
 
E que tal um cemitério vertical no Corinthians? Absurdo? Não... pode se tornar uma realidade. A idéia deve chegar as mãos de Rosenberg que fará uma avaliação sobre o assunto. O clube pode obter uma renda de R$ 1,5 milhão/ano nos próximos 10 anos com tal projeto e sob um custo relativamente baixo de construção.
 
Já pensou um 'descansar em paz' no PSJ... velório ao som do hino em ritmo fúnebre, bandeiras misturadas com coroas de flores, caixão com simbolo do clube... será que este marketing macabro pega?
Postar um comentário