3/28/2011

Esperava tudo, menos a derrota.

Este é meu sentimento com relação ao jogo de ontem.

Pouco importava se o tal goleiro deles fizesse o gol 100 (ou 98 segundo a FIFA).

O que estava em jogo era mais uma oportunidade de jogarmos com um time que nos representasse algum desafio.

Lembro que todas as vezes que o time, sob comando de Tite, quando tinha OBRIGAÇÃO de mostrar futebol, falhou.

O tabu acabou, sobrou a soberania das 111 vitórias contra 92 empates e 88 derrotas, dos 425 gols marcados contra os 392.

Agora fica a pergunta, comemorou 100 marcados, mas comemorará os 100 tomados? Faltam apenas 16!

Postar um comentário