1/15/2010

Marketing x Futebol

Estadão: Marketing entra em conflito com o futebol

Gobbi não quer amistosos atrapalhando o ano do elenco até Agosto, mas Rosenberg articula para novas “despedidas” de Marcelinho com a 100 no time em campo.

Razão? Duro é encontrar datas, difícil é arrumar adversários, problema é transformar um simples amistoso em algo que atrapalhe a evolução da equipe.

Nem tanto ao Gobbi, nem tanto ao Rose. Nessa briga outro candidato à sucessão de Sanchez agradece. As eleições estão longe, mas já tem diretor fazendo lobby.

Fato é que o Corinthians necessita de uma “imprensa” coesa, evitar este tipo de discussão sem propósito ou sentido, Gobbi e Rose, bem como outros, deveriam tocar a mesma música, mas pelo visto, é algo que ficará anos e anos no PSJ e longe de acabar.

Postar um comentário