9/04/2009

Um jogo lendário para o centenário

O Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, comentou no mês passado em entrevista ao jornal espanhol Marca, que prepararia um jogo comemorativo ao centenário do clube e que possivelmente seria contra Barcelona ou Real Madrid.

Neste sábado, o clássico Brasil e Argentina fará o torcedor corinthiano lembrar saudosamente de Sebá, Mascherano e Tevez pelo lado Argentino e de André Santos pelo lado do Brasil. Alias, quantos outros craques que passaram no clube que deixaram saudades?

Com este sentimento que a possibilidade de um jogo em comemoração ao centenário poderia se tornar realidade. Um jogo lendário, reunindo diversos craques atuais de do passado num amistoso recheado de emoções e principalmente produtos à venda.

No melhor estilo de jogo de domingão com churrasco, seria interessante rever em campo Neto, Ronaldo, Vampeta, Marcelinho, Rincón, Basílio, Biro-Biro, Edilson, Dinei, Sócrates, Casagrande e tantos outros ídolos que tenham condições de vestir o manto e que não exista restrições contratuais com seus atuais compromissos.

O sucesso do ShowBall, a reunião do time de masters, jogos entre amigos de fulano e amigos de ciclano, são exemplos para tal jogo. Apesar de alguns estarem completamente fora de forma e não aguentarem 20 minutos em campo, mas que seriam suficientes para realizar o desejo de muitos torcedores.

Aquelas faltas precisas de Neto e Marcelinho, o gesto de Sócrates ao marcar, a cabeleira do Biro-Biro-melhor-que-Maradona, Edilson fazendo embaixadinhas, mas obviamente com alguns micos, mas é para o bem do centenário, da torcida, da paixão que é essa relação clube-craque-torcida.

Produtos de marketing do clube seriam acionados. Que tal uma camisa 1 do Ronaldo, com o número em algarismos romanos, toda preta no design similar ao que era usado pelo ex-goleiro do clube. Que tal a camisa 8 do Sócrates (que já está a venda) relembrando o manto que ele imortalizou. Camisas, bandeiras, mini-craques e tantas outras coisas que nosso Marketing pode executar.

Ingresso? Nenhum… peça 1 Kg de alimento pra arquibancada e uma cesta básica pra cadeira coberta/descoberta, que se faça uma parceria com quem já é parceiro, venda o jogo para a TV, faça valer seu tamanho.

Vale também para homenagens, como presentear os jogadores com as suas camisetas, placas comemorativas, transformariamos este jogo num verdadeiro show. Que tal narração saindo nos auto-falantes do Pacaembú?

Quem sabe o Corinthians transforme esta idéia em realidade, quem sabe até melhorá-la, quem sabe até promover ainda mais, já que temos a competência de um Marketing que passou anos adormecido.

E você perderia este jogo lendário? Eu realmente não perderia essa por nada.

Postar um comentário