9/14/2009

Sem saída e sem propostas

Da Lupa parece estar sem saída, quer se reunir com Sanchez para barganhar uns trocados a mais, pois não recebeu propostas à altura de seu desejo.

Por outro lado, Sanchez é irredutível, já deu a proposta ao procurador do jogador e que este repassou à Lusa, o acerto é aquele, nem mais, nem menos, quer assina, não quer, dane-se!

O São Paulo deseja o jogador, mas as condições são dignas de gargalhadas: O empréstimo de graça e ainda quer um percentual do jogador por tal benevolência.

Palmeiras cederia R$ 1,5 milhões, mais 50% dos direitos de um jogador do elenco palestrino (que deve ser o Maurício), mas a Lusa quer dinheiro, afirmando que existem outros participando de uma certa “Pizza”.

Eis que vem Da Lupa com uma proposta fantasma de Dubai, dizendo que vai vender “pela melhor proposta”, mas sem dizer que faz “Leilão”, quando anuncia que Edno está próximo (70%) do Corinthians. Edno pode, pelo simples fato de bater o pé, fazer valer seu desejo e fim.

É patético ver a Lusa se apequenar, segurando o jogador, para valorizar o resto do tempo que lhe resta. Edno quer o Corinthians, seu procurador entende que no Timão, sob parceria com Ronaldo e o centenário do Clube, Edno jogando “mais ou menos”, terá uma enorme vitrine para o mundo e uma super valorização.

Eu ainda acho que Edno não vem, não pela competência do Corinthians no negócio, muito mais pela ganância da Lusa, que mais uma vez, poderá ter o repeteco Denner em sua vida, no caso não que Edno morrerá num acidente de carro sem seguro, mas a Lusa deixará de fazer um bom negócio por ter princípios deturpados de bussines!

Se eu fosse o Sanchez, já tinha reduzido a proposta… só pra tirar onda!

Postar um comentário