9/03/2009

99 Anos, Ato 1: Festival do Sushi

Diante de um assustado Santos, o Corinthians entrou ontem no Pacaembú em ritmo de festa de sua torcida pelos 99 anos.

Com direito a dirigível desgovernado, mar negro na organizada, placas desajeitadas para representar 99 Anos, mar roxo e preto da nova camisa na VIP, apresentação de Mattos e Defederico no intervalo, o Corinthians VIROU pra cima do peixe e impulsionou o Timão pra 5ª colocação do campeonato.

O jogo, foi sem dúvida, muito movimentado, com chances de gol não tão objetivas, mas nitidamente um jogo melhor do que o último majestoso, porém era nítido que o Corinthians passeava e o Santos se acuava, algo no time da Vila estava errado.

Ousarei dizer que o fantasma de Ronaldo ainda assombrava o time da baixada, que Nilmar relembrou de Cristian e Kleber Pereira entrou no melhor momento Souza dele.

Souza, SENHOR, o que é um jogador em má fase eterna? Quando foi substituido por Bill, trocando 0,25 por 0,26, eis que a má fase do Souza contribuiu e no melhor momento Tupãzinho, Bill rouba o gol 99 de Dentinho na camisa comemorativa. É o primeiro de Bill, num clássico, o empate.

No smartphone, vejo Ronaldo Giovanelli, nosso ex-goleiro, lascando a lenha ao Souza, mas torcendo. Porra que saudade do Ronaldo no gol, das broncas, das mandingas… por sacanagem, estou tentando trocar uma camisa do Souza por uma camisa dele da época em que ele jogou.

Quase no final do jogo, todos no Paca estão de pé, parecia premonição, pois a torcida Santista calava-se, tão assustada quanto o time em campo, bola alçada e… e… GOL! Aí some gandula, bola, o corpo mole que o outro goleiro Felipe já fazia, coisa típica dos times dirigidos por Luxa. Lamento, viramos, já era.

Na van, ainda sobra lugar para as críticas, ao Souza e ao Boquita, alias, nem quero saber, o importante foi que o primeiro ato dos 99 anos foi um belo sushi e o Santos volta pra praia de cabeça inchada.

Postar um comentário