1/14/2009

E o patrocinador é... [3]

Observatório da Imprensa: Corinthians vale R$ 2 bilhões na mídia

Relembro de uma matéria em que o espaço publicitário que o Corinthians ocupou nos primeiros 10 meses de 2007 equivalia a mais de R$ 2 bilhões!

O relatório foi divulgado pela Informídia Pesquisas Esportivas, que analisou de janeiro a outubro, a propaganda "gratuita" que o Corinthians teve na TV aberta, na TV fechada, jornais, revistas, internet, etc.

O Corinthians constuma liderar o ranking dos 12 clubes mais expostos durante os últimos anos, nem mesmo quando foi rebaixado, deixou de ser o foco das atenções da mídia. Só a contratação de Ronaldo Nazário praticamente ofuscou o hexacampeonato nacional do São Paulo.

Investir no Corinthians é um grande negócio, a imagem do Corinthians aparece todos os dias nas TVs, jornais e internet, além de ter seus jogadores, dirigentes e comissão técnica constantemente entrevistados.

Outro detalhe, a exposição do Corinthians é contínua, pois mais de 87% dos jogos foram transmitidos pela TV, incluindo os da Copa São Paulo de juniores, sendo que 1/3 destes são mostrados pela principal emissora de TV que é a Rede Globo.

Os números do Ibope registram uma média de 24 pontos, que equivale a 55 mil domicílios na grande Sâo Paulo, nas transmissões e que os espaços nos jornais equivalem a mais de 2000 páginas inteiras.

A Samsung obteve durante o período mais de 81 mil aparições de sua marca ligada ao Corinthians em TVs e jornais, isso corresponderia, se colocado isoladamente o patrocínio, algo em torno de R$ 86 milhões, sendo que a empresa gastava aproximadamente R$ 10 milhões para patrocinar o clube.

A Nike apareceu mais de 78 mil vezes, cujo o valor supera a casa dos R$ 76 milhões, sendo que a fornecedora de material pagava aproximadamente R$ 5 milhões de patrocínio e R$ 1,8 milhões de material esportivo.

Analisando os números por esta relação de custo-benefício, é possível ver que ambas as empresas ficaram satisfeitas, mas tirando a Nike que tem contrato vigente, a Samsung não conseguiu avaliar corretamente o quanto sua marca agregou enquanto estampava a camisa do Corinthians e viu seu espaço ser tomado por uma operadora de planos de saúde, a Medial Saúde, pagando um valor bem maior. Vale lembrar que a Medial teve um crescimento de 63% em 2008, parte por conta das aquisições e parte por sua exposição, porém o contrato terminou pois o Corinthians solicitou valor maior, mas a Medial queria manter o patrocínio pelo mesmo valor da temporada anterior.

Surge a informação que o patrocínio do Corinthians para os próximos 3 anos ultrapassará a casa dos R$ 100 milhões, o que se confirmando, alavancará muitos outros negócios nos clubes adversários, bem como agregará ainda mais à marca e ainda assim, o patrocinador terá pago uma verdadeira pexinxa!

 

Postar um comentário