7/15/2010

Nem Pirituba, nem Guarulhos…

Por custos, Andrés Sanchez não quer que Corinthians assuma bomba!

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, uma nova arena seria construída em São Paulo e após a Copa de 2014, o Corinthians mandaria seus jogos lá.

“Esse novo estádio [Piritubão] precisa ter capacidade para 75 mil pessoas, pois deverá receber a abertura da Copa. Você sabe quanto custa manter um estádio desse tamanho?”, questionou o presidente do Timão.

Um estádio com capacidade para 75 mil pessoas, teria que gerar lucro de no mínimo R$ 20 milhões para cobrir os custos operacionais e quase o dobro para ter lucro, estamos falando de 30 partidas por ano cuja a renda deverá obrigatóriamente ultrapassar R$ 1 milhão por partida, resumindo: com média baixa de público, ingressos bem mais caros.

"O Corinthians não pode fazer isso [assumir os gastos com aumento da capacidade], pois nossa média de público está em torno de 25 mil torcedores por jogo", completou Andrés.

Hoje teremos cenas dos próximos capítulos desta saga…

Postar um comentário