7/16/2010

Estádio em Stand-by

crowe Blog do Silvinho: Mais prazo para decisão final sobre estádio alvinegro

A pauta de ontem foi bem abordada pelo amigo Silvio, que relatou o que aconteceu… alias, o que não aconteceu.

O problema é que a pressa em definir um ponto final para o caso é o motivador de demonstrações de amor e ódio todas as vezes que o assunto estádio é abordado.

Necessário entender que neste caso, a pressa é inimiga da situação, pois ninguém construiria um estádio em São Paulo apenas para a abertura da Copa de 14, sem um plano específico de vincular o empreendimento à um clube. É insano!

Projetos de “custo zero”, todos, são investimentos para 15 ou 20 anos, onde o Corinthians teria a casa, mas seria refém neste período da melhor fatia do bolo. É justo querer um estádio a qualquer custo?

Sabiamente a diretoria costura nos bastidores e o que seria um estádio próprio e sustentável em Itaquera para 45 mil lugares, que pode se tornar um estádio para 65 mil pessoas, abrindo a Copa de 14. Então pra que a pressa e a revolta?

Andrés Sanchez não pode chegar ao Parque São Jorge, na reunião de conselho, falar abertamente sobre este assunto, tão descaradamente que está esperando o inevitável projeto cair no colo do clube, pois sabe por fulano e ciclano que isso vai acontecer.

Paciência é a virtude que devemos cultivar neste momento. O Corinthians terá seu estádio, fato! Questão de tempo. Pra quem ficou por 100 anos vagando entre Fazendinha e Pacaembú, o que é mais algumas semanas?

Postar um comentário