7/21/2010

De nota em nota, uma novela!

Os empresários que agenciam a carreira do goleiro Felipe, reuniram-se com Andrés Sanches na última segunda para tratar da recisão do atleta.

A proposta era da recisão sem custos para ambos os lados, liberando o atleta, mas o clube não aceitou. Felipe tem contrato até dezembro de 2011, mas para liberação teria exigido o pagamento da multa contratual.

Na terça, o Corinthians foi denunciado ao sindicado dos jogadores, pois Felipe estaria treinando em separado e fora do grupo. Em nota oficial dos empresários, existe a ameaça de entrar na justiça para a recisão.

O sindicado atuou pró-atleta e notificou o Corinthians, que em nota oficial declarou estar dentro das normas e que Felipe, por ter abandonado o elenco, estaria fazendo o reforço muscular.

Ocorre que Mário Gobbi, em entrevista à Rádio Bandeirantes, revelou que o Corinthians não fará a liberação do jogador, pois tenta negociá-lo até 31 de Agosto, ao final da janela internacional.

Ainda segundo o diretor de futebol, o destino do arqueiro poderá ser o Panatinaikos da Grécia, como forma de quitar parcelas do atacante Souza ou mesmo Braga de Portugal que sondou o Corinthians.

A estratégia dos empresários do Felipe é a de forçar a recisão. Com o goleiro livre do clube, sem multas ou luvas, seria mais fácil a reposição do arqueiro em um clube estrangeiro.

Paralelo ao “Caso Felipe”, o zagueiro Chicão que tinha a renovação dada como certa, agora permanece como icognita, já que o empresário confidenciou à um programa esportivo que não pretende negociar mais seus atletas com o Corinthians.

Postar um comentário