7/22/2010

Itaquera é a escolha certa!

A decisão sobre o futuro do papel de São Paulo na Copa de 14 ainda não foi oficialmente decidida, mas não faltam especulações.

Com o veto ao Morumbi, muitos duvidam da abertura em São Paulo, pois das possibilidades restantes, o Pacaembú não comporta as reformas exigidas, o Piritubão é uma projeto longe de estar pronto em 2014 e a Arena Palestra não terá capacidade suficiente.

Paralelo à Copa, o Corinthians segue a indefinição da construção de seu estádio, tem um terreno em Itaquera, mas vaga entre propostas de parceiros, onde Guarulhos seria opção.

Em uma das propostas, o Corinthians estaria disposto a erguer um estádio para 50 mil pessoas (44 mil no projeto inicial), que seria orçado em R$ 400 milhões, parte disso financiado com recursos próprios e parte com a venda das 17 mil cativas e 400 camarotes.

Nada impede do projeto ser adequado à abertura da Copa, o que aumentaria o preço da obra em 25%, mas quem bancaria essa diferença?

Um estádio FIFA em Itaquera para a abertura da Copa de 14 atenderia às exigências que o estádio proporcionaria para a região. O objetivo da FIFA é promover o desenvolvimento e enriquecimento dos locais escolhidos, afinal a Zona Leste é, sem dúvida, a mais carente de São Paulo.

Próximo da Estação do Metrô Corinthians-Itaquera, o terreno do Corinthians está acessível por este meio de transporte, que possui intermináveis ligações com trêns e ônibus.

Distante 20 km do centro de São Paulo, o acesso por carro necessitaria da tão sonhada duplicação da Radial Leste, mas com um pouco de planejamento, evitaria-se os picos em prol da Copa. O local está bem próximo do Aeroporto de Guarulhos com cerca de 16 km e futuramente será facilmente acessível em toda a capital via Rodoanel.

O sistema de hotelaria seria o mais preocupante, apesar que São Paulo tem recursos suficientes de abrigar um evento como a Copa sem a necessidade de construir novos hotéis na região, neste ponto a estrutura de transporte deveria ser urgentemente revista, o que seria uma vitória da população.

O investimento em transporte ajudará a região leste a crescer, expandir e evoluir. Todos os dias milhares de trabalhadores literalmente se matam para retornar às suas residências, se houver um mínimo de conforto, ainda que exista o pico, a população agradecerá.

Postar um comentário