7/07/2010

Ajuda mútua

O Corinthians quer um estádio, analisa propostas de parceria, porém aguarda algo mais próximo da realidade, sustentável e rentável, se possível com recursos próprios.

São Paulo necessita de uma alternativa para abrir a Copa de 14, além de abrigar Copa América e Copa das Confederações, onde o Morumbi foi descartado.

Para construir um estádio, será necessário vincular o projeto à um ou mais clubes, no caso restaria oferecer o projeto ao Corinthians ou Santos, já que São Paulo, Lusa e Palmeiras já possuem seus estádios.

O que pode parecer óbvio do ponto de vista do torcedor, não é tão simples do ponto de vista empreendedor, pois o Corinthians – falo de sua atual diretoria – não admite ganhar um peso futuro.

A população não admitiria outra concessão de recursos públicos em prol de um clube, afinal o governo do estado já doou o Morumbi ao SPFC, terrenos foram cedidos para outros clubes, até o Corinthians ganhou Itaquera da Prefeitura para seu estádio.

A Copa está movendo – e motivando – parcerias, propostas, recursos, mas ninguém quer ficar com um elefante branco nas mãos, assim o Corinthians espera pacientemente conseguir mesclar sua proposta com a possibilidade de uma nova arena multiuso em São Paulo.

Assim, uma coisa que nada tem relacionada com a outra poderia ser a união de quem precisa de um estádio e de quem necessita de um clube para gerí-lo.

Torcedores impacientes aguardam novas informações, pesquisam com políticos e conspiram planos, mas a verdade é uma só: O Corinthians terá seu estádio, possivelmente com recursos próprios e quem sabe este plano se alinhe com uma abertura de Copa do Mundo.

Postar um comentário