6/06/2011

Tiro pela culatra.

test-ottimista-pessimista Quando o presida falou ao C13 sobre a relação de ganster e esta vazou para a imprensa, ninguém queria saber sobre o que o presida falou, mas saber QUEM vazou tal informação. Quando a ata do estádio caiu na mão da imprensa, ninguém queria saber sobre o conteúdo , mas saber QUEM vazou tal informação.

Assim, os antis dentro do Corinthians, os capitães que ainda tem a carteirinha como status, pensam e agem como donos do clube e preferem vê-lo no caos como forma mais próxima de tomá-lo à revelia das situações.

Pessoas que ficam indignadas com a falta de cobrança sobre o que se deve e não sobre quem, por graça e para ajudar o clube, deu um de X9 e delatou tudo para a imprensa.

Revelar salário de jogadores, informações sobre comissões, abrir contratos, jogar todo o tipo de “informação” afim de esgotar a imagem da diretoria para a torcida e consequentemente aos sócios do clube. E não estou defendendo a atual diretoria!

Acredito que a questão é muito mais sobre integridade do que transparência. Tem quem faça protesto contra a camisa grená, que teve foco no “Repórter por um dia” do último programa do Fantástico, onde o comerciante revelou: “Quanto maior a polêmica, mais se vende!”. Eis o ponto que eu queria chegar.

Quanto mais houver situações como as que relatei: atas reveladas, conversas exibidas, camisas controversas, etc., maior será a exposição e menor será o interesse em aprofundá-las. Assim, informar que Mário Gobbi conversará abertamente e negociará jogadores com Kia Joorabchian, como foi levantado por um blog, soará apenas como mais uma informação absurda, verdade ou mentira, que será esquecida com a próxima reclamação sobre Tite e Júlio César.

E assim, a cada tiro que for dado na imprensa, não mudará a cabeça de quem vota, ainda que se faça bico por uma cor de camisa ou comentário inconsequente. Pra mudar a opinião, será preciso bem mais do que isso e lamento que, apesar de tudo, muita gente no Corinthians não tenha percebido isso ainda.

Postar um comentário