6/17/2011

A amargura de ser contra.

Í dolo do Corinthians projeta fracasso na Copa de 14

Sócrates defende abertura no Morumbi e citou em entrevista à Gazeta Esportiva:

"É um absurdo não usarem o Morumbi para a abertura da Copa. O estádio está ali, precisaria arrumar pequenas coisas. Para construir um novo leva muito tempo. O Itaquerão só ficará pronto se atropelarem as licitações", declarou Sócrates. "Mas o caso de São Paulo nem é o pior. Vai fazer estádio em Cuiabá, em Brasília, para umas 70 mil pessoas, para quê? Quem vai jogar lá depois?"

socrates1Arrumar pequenas coisas no Morumbi? Não, amargurado ídolo, você está redondamente enganado, possívelmente fazendo tal declaração tanto pelo desconhecimento dos projetos reprovados para a reforma do Morumbi, bem como pela repúdia que tens contra o atual presidente, suficiente para descredenciar qualquer ato promovido por tal diretoria.

É preciso dizer que Andrés Sanchez, para mim, não é o supra-sumo top de linha dos presidentes de meu desejo para o Corinthians, nem compraria um carro usado dele, mas daí jogar no time adversário por conta de um desconforto político, sim, é demais!

"Não conheço detalhes administrativos da gestão dele (Andrés Sanchez), mas aparentemente ele jogou dinheiro fora. Em relação a tudo, mas principalmente com jogadores. Os títulos que conquistou não foram importantes. E O Ronaldo no Corinthians foi bom para o próprio Ronaldo. Para o clube não valeu de nada"

Pois é, assim Sócrates vai polemizando, promovendo declarações sem conhecer detalhes e menosprezando as conquistas da atual gestão… alias, se o Paulistão e a Copa do Brasil não são títulos importantes, quer dizer que ele não ganhou nada no clube? Bom, é ele quem está dizendo isso! rs

Doutor, relaxa, vai fumar seu cigarrinho, tomar sua cervejinha e deixe essa amargura de lado. Se realmente quisesse o Wladimir como presidente, não ficaria apenas resmungando. Te cuida, dotô!

Postar um comentário