2/02/2010

Timão quebrado? Saiba a VERDADE!

Impressionante o oportunismo que alguns arautos da oposição – sim, pois tais arautos não observam o próprio umbigo e o de seus protegidos – tem em pegar uma matéria para inflamar suas vertentes contra o Corinthians.

Ocorre que o levantamento da Casual Auditores, publicado pelo site Futebol Finance, demonstra uma dívida do Timão em R$ 255 milhões, a qual é relatada como “Um verdadeiro escândalo”, seguido de impropérios e o bla-bla-blá de sempre.

O erro está na distorção na análise dos balanços dos clubes, pois o que a Casual chama de passivo é o total de endividamento sem levar em conta as receitas, por exemplo, ao receber um valor relativo ao contrato de transmissão de televisão, coloca-se como valores a receber como passivo e o equivalente a realizar como ativo, ou seja, recebeu 10, paga-se 10, zerando o balanço. Caso esses números representem um déficit, eis a real dívida.

É compreensível que uma pessoa que nunca levou a sério números e se quer sabe analisar um balanço é levada ao erro, que por sinal deve causar problemas com a visão, já que a matéria informa também as dívidas de outros clubes, mas o Corinthians é o alvo, afinal uma “mentirinha” não fará mal pra ninguém!

O mais importante nisso tudo é que a dívida está “controlada”, se a dívida continua em 100 milhões, importante dizer que as receitas aumentaram significativamente, é possível projetar diminuir a dívida em 40% nos próximos 2 anos e estar próximo de zerar antes mesmo da Copa de 2014.

Quem sabe o arauto vai começar a campanha dizendo que o Corinthians esconde o balanço, sem atentar ao fato que o Corinthians só não o fez, pois os trabalhos de auditoria iniciados em novembro passado, terminam agora em fevereiro, o clube não pode publicar balanços que por ventura passem por revisões posteriores.

Agora se compararmos o Corinthians com outros clubes brasileiros, aí sim a preocupação é grande, mas para os outros clubes, que terão de vender seus atletas para fazer caixa, algo que o Corinthians já tem conquistado com o marketing, bilheteria e patrocínios!

Postar um comentário