3/03/2009

Zago pede pra sair

Antônio Carlos Zago acaba de pedir demissão do cargo de diretor técnico do Corinthians. Apesar de anunciado pela TV Bandeirantes, o presidente Andrés Sanchez ainda não aceitou oficialmente a sua saída, porém pessoas próximas dizem que, sem saída, fará o anúncio oficial ainda hoje.
 
Pessoa de confiança de Andrés Sanchez, teve sua imagem desgastada por conta do episódio da noitada do atacante Ronaldo Nazário em Presidente Prudente. Consta que o diretor acompanhou Ronaldo até a boate em que o atacante ficou altas horas chegando atrasado na reapresentação do elenco ao hotel.
 
Após fortes cobranças, não existia outra alternativa, assim Zago pediu seu afastamento, pois não teria condições de seguir no grupo, pois seria crucificado e não teria autoridade para comandar seu departamento. Profissionalmente Zago cometeu um grave delito, um lapso lamentável e que custaria o cargo de qualquer direção.
 
Quando Zago chegou ao Corinthians, tive diversas impressões ruins iniciais, como o caso da discriminação racial quando ainda era jogador, bem como trabalhou para o clube enquanto jogador do Santos. Porém durante este período, descobri que ele é um corintiano tão apaixonado quanto qualquer outro que conheço. Apaixonou-se pelo cargo, intermediou ótimas contratações como a do técnico Mano Menezes.
 
Para algumas pessoas que conheço, Zago já vai tarde, eu particularmente lamento, pois acertou mais do que errou, o Corinthians precisará repor a altura, alguém que entenda do meio e saiba negociar. Zago deve partir para o cargo de técnico, antigo sonho do ex-zagueiro, porém longe do PSJ, onde possa atuar com total independencia.
 
 
Postar um comentário