1/28/2008

E só deu Corinthians!

Zagueiro do Timão até ironiza reclamações do Imperador após o empate no clássico
 
O zagueiro William, do Corinthians, saiu em defesa do árbitro Sálvio Spínola Fagundes Filho (Fifa), que anulou o gol do atacante Adriano, do São Paulo, no segundo tempo do clássico deste domingo, pelo Campeonato Paulista. O juiz marcou falta do Imperador no defensor (assista às explicações do zagueiro).

- A lei da física explica. Foi uma carga. Quando um zagueiro sobe com o braço no atacante, 99% dos árbitros marcam falta. Por que não agora? Foi uma falta normal - explica.

O jogador ainda respondeu com ironia às reclamações de Adriano. Segundo o centroavante, emprestado pelo Inter de Milão (ITA) ao Tricolor até a metade do ano, o lance não seria irregular se fosse na Itália.

- Ele tem dinheiro, diz que arbitragem na Itália é diferente daqui. Claro que é. Cada lugar é de uma maneira. Mas nós estamos jogando no Brasil e não na Itália - diz.
 
Comentário:
 
A pseudo-penalidade reclamada pela chorosa torcida tricolor é um lance duvidoso, marcar ou não é uma interpretação da arbitragem, que naquele momento já deveria ter expulso pelo menos 2 jogadores do São Paulo. O lance da imperatriz, faça-me o favor, o William resumiu muito bem a história. O resto é a velha e típica choradeira de quem não sabe perder. O tabú é nosso!
Postar um comentário