1/23/2008

Democratizar para dirigir

Democratizar para Dirigir
Por Caetano Matanó 
 
A Campanha Redentora pela democratização do Corinthians através da eleição direta do presidente amplamente apoiada pelos sócios merece ser profundamente analisada.
 
E a exemplo do time de futebol, não há tempo a perder !
 
Assim, a primeira constatação é que a Comissão Diretas Já ! para continuar suas tarefas deve ser democratizada para receber com autenticidade os representantes de todas as tendências de pensamentos existentes. Não cabe em nenhuma hipótese exercer um tipo de direção autoritária. Os êxitos alcançados  -  e foram muitos – se devem graças a perseverança de alguns poucos. Essa fase "heróica" está ultrapassada. O futuro promissor somente será alcançado se os heróis entenderem que devem respeitar e receber novos aliados. Todos os apoios devem ser bem-vindos.
 
Não há vencidos. O vencedor é o Corinthians ! então vamos nos unir para servir e não para nos servir.
 
Há muita gente querendo prestar serviços.Isto ficou provado na coleta das assinaturas. Que nenhum sócio deixe de assinar as listas. O novo tempo é de ouvir e organizar os mais interessados e qualificados para integrar a futura direção corinthiana.
 
Abrir espaços é a nova meta a ser alcançada imediatamente.
 
Não queremos adesão ! Queremos participação ! Através de comportamento adequado de respeito garantida ampla democracia interna a Comissão das Diretas Já ! deve ser ampliada.
 
A participação das mulheres é tarefa prioritária. Aos jovens como sempre estão reservadas atividades que permitam suas aproximações. Os jovens devem complementar animando, desfilando, distribuindo boletins, etc. É a "tropa de choque" absolutamente necessária a toda campanha libertadora !
 
Vamos à vitória. Viva o Corinthians !!!

Caetano Matanó
 
 
Comentário:
 
Matanó clama pela coalisão, pelo bem do Corinthians, porém AINDA tem muito conselheiro lutando contra dentro do clube, pessoas que sabem bem o tramite e exigem que eles sejam feitos de maneira burocrática, mesmo não tendo a necessidade de tal medida. Enquanto isso, tudo é justificativa para atrasar o novo estatuto e diga-se, nenhuma delas faz parte da Renovação & Transparência que assumiu o clube no final do ano passado.
 
Postar um comentário