2/19/2011

Quem ganha essa?

globo-x-record

Os direitos do Campeonato Brasileiro para o trienio 12-13-14 será definida em março, porém a Globo já informou que não entrará em leilão com a Record.

Ocorre que o valor exigido pelo Clube dos 13 desagradou à cupula da Globo: R$ 500 milhões. Atualmente a Globo paga ao C13 cerca de R$ 250 milhões.

Com a exclusividade de transmissão do Panamericano de 2011 e 2015, dos Jogos Olímpicos de 2012 e 2016 e os jogos de Inverno de 2014, a Record está próxima de fechar também com a CBF a exclusividade dos jogos da Seleção Brasileira.

A proposta da Record para o C13 vai além do direitos de transmissão do futebol, pois a emissora quer um acordo para que cada clube do C13 tenha seu espaço no canal, além de participação no título de captalização ‘É Gol’, engordando os cofres de quem pedir a benção ao bispo.

A Globo obteve cerca de R$ 846 milhões com a venda das seis cotas de patrocínio (Vivo, Casas Bahia, Ambev, Volkswagen, Coca-Cola e Itaú) para a transmissão do futebol em 2011. Cerca de 95 jogos estão programados para a temporada.

Na reunião da última quinta (16), a Globo informou ao C13 que não entrará em leilão, justificando a queda da audiência nos últimos anos e informou que tem o apoio de Corinthians e Flamengo, clubes que devem romper com o C13, independente se o acordo for fechado com a Record ou não.

Corinthians e Flamengo podem fechar contratos individuais de transmissão, inclusive participando do novo sistema da Globo de pay-per-view pela internet, onde assinantes podem acompanhar os jogos pelo computador ou pelo celular.

Imediatamente a cúpula da Record mandou o recado para sua central de jornalismo: “Quem não for por nós, está contra nós!”. Portanto não achem estranho se matérias esportivas como a deste sábado, focarem nas coisas ruins e fazer a famosa ‘caça-às-bruxas’.

Postar um comentário