3/01/2010

Retrospecto Corintiano: O anticorintiano

http://retrospectocorintiano.zip.net

O anticorintiano

Tome nota deste nome, meu caro corintiano: José Henrique de Carvalho. Ou JHC. Olhe bem para a foto.

Quando este árbitro for escalado para um jogo contra o Corinthians no futuro teremos lambança pela frente.

Expulsão de atleta mosqueteiro corintiano é uma certeza.

Se for clássico, então, esquece. Ele fará de tudo para o Timão não vencer.

É erro atrás de erro atrás de erro. Ou não será erro?

De 2007 para cá, José Henrique de Carvalho apitou quatro clássicos contra o Corinthians: 1 contra o Palmeiras, 1 contra o São Paulo e 2 contra o Santos.

Nesses quatro jogos, o Timão perdeu três e empatou uma. Nesses mesmos quatro jogos, em três o Corinthians teve dois jogadores expulsos. E sempre com critérios para lá de duvidosos, valendo uma coisa para o Corinthians e outra para o adversário.

O primeiro clássico foi o menos polêmico. Em 4 de março de 2007, em show de Edmundo, o Palmeiras derrotou o Corinthians por 3 x 0.

Algumas semanas depois, em 28 de março, o Corinthians foi à Vila, um dos lugares mais inseguros do mundo para a prática do futebol. JHC precisou expulsar Amoroso e Gustavo para que o Santos vencesse por 2 x 1.

Em 2008 ele não apitou nenhum clássico, até porque foram poucos, mas deixou sua marca na vitória corintiana por 2 x 0 sobre o Guaratinguetá. Ele deu dois cartões amarelos para o volante adversário Magal, mas não o expulsou. Virou folclore. Mas não deixou de mandar o volante Bóvio para o chuveiro ainda no primeiro tempo.

No Paulista de 2009, José Henrique de Carvalho voltou à carga contra o Timão. No clássico com o São Paulo, em 15 de fevereiro, ele expulsou Túlio e André Santos, mas não conseguiu evitar o empate por 1 x 1.

Na partida de hoje, contra o Santos, o árbitro-cirurgião atingiu o ápice do anticorintianismo. Espero não vê-lo tão cedo em jogos do Timão.

Postar um comentário