3/24/2010

O pequeno príncipe do patrocínio

JJ está costurando acordos no SPFC e espera anunciar o maior valor de patrocínio de um time no país.

Nos bastidores, pediu – de maneira bem natural tal qual beberia seu Wisky preferido – o valor de R$ 50 milhões em um contrato mínimo de 4 anos, justificando-se que a camisa tricolor é a mais valorizada por ser um time com estádio próprio e sede da Copa de 2014, além de títulos nacionais e internacionais, cuja a cartilha não envolve jogadores com vida duvidosa na criminalidade ou que vá contra a moral e os bons costumes.

Não pense que é demagogia de quem escreve, a história é exatamente essa, passar a imagem do time perfeito.

O patrocínio da camisa tricolor pode realmente atingir valores impressionantes, porém vale ressaltar alguns detalhes:

  • O valor abrange todas as placas de publicidade do Morumbi.
  • A barra da camisa também está sendo negociada.
  • O direito de imagem dos jogadores está incluso no contrato.
  • 10 camarotes do Morumbi, inclusive para shows.
  • Premiações por objetivos atingidos.
  • Redução do patrocínio para a temporada seguinte, caso o São Paulo não consiga participar da Libertadores.

Juvenal costura acordo com bancos e governo, neste caminho tentou seduzir o “investimento no patrimônio nacional” sugerindo que a Petrobrás fosse patrocinara o clube, pensando na Copa, mas ouviu a negativa pois Inter e Atlético-PR exigiriam benção similar.

No final do ano, a AOC iniciou uma conversa, mas ao que tudo indica desistiu frente aos valores superfaturados. A operadora Oi também apareceu como alternativa para as mangas.

Vale lembrar que as empresas citadas não confirmaram as conversas, mas um acordo parecido com o que o Corinthians costurou com a Hypermarcas pode surgir no SPFC, justamente uma empresa concorrente que também é multimarcas.

Pacientemente, JJ só baterá o martelo ao confirmar-se que o Morumbi fará a abertura da Copa e semifinal, acreditando que só falta este ‘detalhe’ para que empresas pipoquem de cofres abertos em seu escritório.

O assunto é tratado com muito segredo e desdém, apenas JJ tem conversado com as empresas e não permite que haja intermediadores, um dos motivos que possíveis nomes não aparecam na mídia, por isso alguns jornalistas tem feito a piada de que o próximo patrocinador do tricolor será a Emirates! Bom, já conhecemos bem essa história…

Postar um comentário