11/16/2007

Pensar faz bem

A Nestlé vem fazendo nos últimos dois anos a promoção "Torcer faz bem" que consiste em trocar produtos Nestlé por ingressos, sendo que tais produtos serão revertidos para entidades assistenciais.
 
Uma idéia bacana e nobre, não fossem as inúmeras reclamações por conta da ação indiscriminada dos cambistas.
 
Segundo relatos de diversos torcedores de agremiações diferentes, o que ocorre nos postos de troca é digno de se repensar na promoção, pois os torcedores quase sempre não conseguem trocar seus ingressos. Pior, são abordados por cambistas que ficam próximos aos postos de troca, tentando negociar com o torcedor que não conseguiu seu ingresso, pois já estava esgotado.
 
A empresa informa que vem tomando diversas medidas para coibir a ação dos cambistas, limitando em 04 ingressos por participante, além de colocar seguranças de uma empresa terceirizada e certificada pela Polícia Federal, que trabalham próximos dos postos de troca, desarmados e a paisana. Contudo, o problema persiste e está longe de acabar.
 
Uma medida que poderia ajudar este tipo de promoção seria o cadastramento prévio de interessados. A Nestlé colocaria um canal (site, telefone, quiosque) para cadastrar os interessados para aquele jogo programado, indicando nome completo, telefone e identificação (RG ou CPF). Cada interessado pode pegar até 4 ingressos, como normalmente é feito. Nessa inscrição, o interessado indicaria o local para retirada dos ingressos. Na data indicada e de posse de uma identificação, trocaria os produtos pelos ingressos, sem filas, sem constrangimento, sem a ação de cambistas, que ainda existirão, mas com uma restrição bem maior.
 
Esta medida não precisa ser restrita à promoção "Torcer faz bem", mas até como sugestão para o Corinthians na próxima temporada, afinal não tem nada pior do que enfrentar horas de fila e não conseguir o que se deseja, ainda mais nos tempos de hoje com a velocidade da informática e as facilidades da internet.
 
Por isso eu digo: Pensar faz bem.
Postar um comentário