9/04/2011

Liderança nas coxas

Restou reclamar da arbitragem, fazer as mesmas ressalvas com relação ao técnico, laterais, zagueiros e goleiro, mas a derrota não tirou a liderança do Corinthians no Brasileirão.

A sorte que não acompanha o elenco dentro de campo não abandonou o Timão fora dele. O que fazer agora? Mais uma festa?

Os resultados dos últimos jogos mostram que não é apenas o Corinthians que sofre desse “apagão” futebolístico. Alguns mudam de comando, outros perdem jogadores, desfalques e muita, mas muita incompetência.

Um time, com um pouco mais de seriedade técnico-administrativo seria campeão com inúmeras rodadas de antecedência.

O que assistimos é um brinde à mediocridade, a falta de vergonha na cara de jogadores, comissão técnica e direção dos clubes.

As vezes o que move a vontade da torcida é apenas a fé, pois acreditar mesmo, acho que a cada rodada um número maior de pessoas deixa de fazê-lo.

Na ponta, por enquanto, mas totalmente nas coxas.

Postar um comentário