5/27/2011

Eu, o candidato!

Tenho recebido algumas mensagens com questionamentos sobre a sucessão presidencial do Corinthians.

É complicado falar sobre as fortes especulações que tem acontecido nos bastidores.

Os nomes de Paulo Garcia e Mário Gobbi eram os principais candidatos de oposição e situação.

A recente comemoração do aniversário de André Negão deixou claro que este também deseja ser candidato, apoiando a sugestão de continuísmo de Andrés em detrimento à candidatura de Gobbi.

Osmar Stábile e Roberto da Nova são outros nomes que podem surgir no próximo pleito.

Não se pode negar a força de Andrés Sanchez em determinar seu sucessor, enquanto tudo parece relativamente bem administrado no social, o clube vai completando as obras do CT, o estádio segue o seu script ainda que com inúmeros adiamentos, o marketing faz dinheiro e o time continua e busca de reforços para o único torneio que restou para disputarmos este ano.

Apesar do bom momento fora de campo, essa corrida pela eleição tem rachado opiniões, mas como falei é complicado apontá-las antes mesmo da definição dos candidatos.

Falar que A tem apoio de B pode mudar como palavra de jogador que não assinou pré-contrato. Dizer que C será o candidato é imaginar que D também o apoie. Em nome do ‘bem maior’, muita coisa pode mudar.

E em meio a tantos nomes, não ficaria surpreso se uma chapa única acontecer, mas ainda tem muita água pra rolar até as eleições.

Postar um comentário