7/14/2012

O troco!

Em 2005, o iraniano Kia Joorabchian tentou negociar a vinda de Vagner Love do CSKA para o Corinthians diretamente com o atleta sem consultar o clube. A negociação naufragou!

Eis que o CSKA, que bateu o pé em inúmeras oportunidades como um “clube correto”, tentou levar Paulinho do Corinthians sem consultar o clube.

Estava tudo acertado com o ex-jogador Bernardo, empresário de Paulinho, bem como os donos de seu passe, no caso o Banco BMG e o Grupo Pão de Açúcar.

Porém, a FIFA condena negociações feitas sem a participação dos clubes e ouviu um não do jogador. Dizem que Ronaldo teve participação ativa na permanência de Paulinho.

Nem a proposta da Inter de Milão balançou, Paulinho quer disputar o Bi Mundial e o Bi da Libertadores, credenciando-o à Seleção Brasileira.

Ser ídolo, permanecer no clube que ele se sente ambientado e ouvir que “dinheiro não é tudo”, pode transformar Paulinho num dos mitos históricos do clube, como Basílio, Sócrates e tantos outros apaixonados pelo Corinthians.

Está surgindo um velho Corinthians, aquele clube que jogar por amor vale muito mais do que um caminhão de dinheiro! 

Postar um comentário