8/15/2011

Ruim com, pior sem?

titegobbi

O torcedor do Corinthians exige que em campo, que técnico e jogadores representem raça e garra, bandeiras que sempre acompanharam o time históricamente.

Invariavelmente já tivemos times ‘frios’, daqueles que não se abalam com o gol adversário e seguem jogando taticamente. Já tivemos times ‘especiais’ com jogadores mágicos que carregavam o time todo nas costas. Fora técnicos bons, medianos e ruins.

Não dá pra admitir um técnico que jogue para chegar “apenas” entre os 4, que assuma um empate como bom resultado, que deixe de conquistar 3 pontos por “pequenas falhas individuais”.

Foram 16 jogos de 19 que completam o primeiro turno do campeonato, destes vencemos 10. Empatamos com Flamengo, Atlético-PR e Santos fora de casa, ontem foi o 4° empate contra o Ceará. Perdemos apenas duas partidas contra Avaí fora e Cruzeiro em casa.

Um aproveitamento de 70,8% que confere ao Corinthians a liderança do campeonato, números de dar inveja a qualquer time que começe com a letra A, mas irritantes para boa parte da torcida que exige a cabeça de Tite.

Técnico que está 100 jogos no clube, venceu 51 vezes, empatou 30 e foi derrotado 19 vezes. Que não conseguiu manter a liderança numa reta final do Brasileiro, que perdeu um acesso à Libertadores e chegou numa final do Paulistão.

Prestigiado, a diretoria entende que deve insistir com Tite. Dentre os motivos: Os custos de uma nova contratação, a mudança tática e o risco do time não assimilar em um curto espaço de tempo tal mudança radical, além das opções de mercado limitadíssimas.

Jogadores estão retornando de contusão, outros devem estrear e a postura defensiva do Corinthians – mesmo falhando feio em algumas situações – tem de ser levados em conta para o trabalho de Tite. E outra, nem sempre o problema está apenas no técnico.

William tem perdido gols incríveis, Emerson tem incorporado os melhores momentos firulas de Souza, Danilo as vezes dorme, Alex as vezes surpreende, nossos laterais tem se tornado avenidas para os adversários e até nossos zagueiros tem batido cabeça. Tite tem sua culpa, mas não sozinho.

Resumindo: revoltados sim, porém racionalmente falando, ruim com ele, mas pior sem ele.

Postar um comentário