10/25/2010

A torcida não atura jogador mediocre

Elias pede para torcida parar de pegar no pé do Souza!

"O Souza é uma pessoa maravilhosa, sempre nos ajudou, fora e dentro de campo. Esperamos que a torcida pare de pegar no pé dele", disse Elias ao Mesa Redonda da TV Gazeta.

Ora Elias, ele pode até ser uma pessoa maravilhosa, que ajuda, mas paciência tem limite e não dá pra aturar um atacante que se quer tem função tática. A não ser que a função dele seja a de descontrair o adversário, pois nem pivô este jogador sabe fazer.

Você, selecionável, sabe o que é jogar bola, sabe o que é estar no topo e prestigiado, mas convenhamos, não precisa de um Souza ao lado para comparativo, o cara ganha muito bem para fazer de menos. Com o salário dele, muitos perebas do meio da tabela pra baixo se matariam para estar num Corinthians. Perde-se na personalidade também.

Eu apoiei o Souza até quando deu, mas tudo tem limite. Não falo dos punhos cerrados e da falta de futebol, falo de atitude. Souza é hoje uma sombra pequena do que já foi no passado, tanto que nenhum clube no mundo o quer pelo salário que recebe e o Corinthians só não recinde o contrato, pois teria de pagar tudo antecipado. Ele ficará aí, no melhor estilo Vampeta no Flamengo, um fingindo que joga e o outro aturando pra não ter um gasto maior.

ELIAS COMENTA INVASÃO DO CT

"A gente estava no nosso ambiente de trabalho, passando por um momento difícil. Foi lamentável, porque disseram que iriam nos apoiar, mas chegaram lá e hostilizaram alguns jogadores", completou Elias.

Elias, até parece que entrou ontem no Corinthians. A torcida tem um limite, aquela altura eram 6 jogos sem vitória. Acho que nunca sentiu isso no clube, mas é assim: Por amor ou por terror. A torcida não liga para beijos no escudo, desde que o jogador represente dentro de campo. E foi isso que a torcida fez, cobrar quem joga e cobrar mais ainda quem não joga.

Se eu acho isso certo? Claro que não! Torcida tem que apoiar, ainda mais numa reta decisiva do campeonato. É natural que alguns jogadores fiquem abalados, outros não sentiram ainda a furia da torcida, sequer tiveram seus carros chutados ou o ônibus parado numa barricada, olha que estamos no topo da tabela, PENSE se estivessemos lutando contra o rebaixamento?

Elias, avise ao elenco que o título pode até não acontecer, a torcida sabe disso, mas não vai tolerar entrega ou corpo mole. Se é pra perder, tem que perder suando sangue, arrancando a pele… com raça. Pode ser uma batalha perdida, mas que a torcida aplaudirá de pé, basta saber fazer. #vaicorinthians

Postar um comentário