10/21/2010

A Era Tite

titegobbi

Tite chegou e já está na balança entre a cautela de Mano e a ofensividade de Adison.

O primeiro defendia a regularidade e irritava muito com o toque de bola e os medalhões que não jogam para a torcida. O segundo defendia que o ataque é a melhor defesa, mandou o time pra frente que até deu resultados satisfatórios, mas quebrou o elenco e sem elenco foi sucumbindo partida à partida.

É preciso dar um voto de confiança ao Tite, que largou os petrodólares e jogar o Mundial por pegar o Corinthians na vala para levá-lo ao limbo.

Será necessário uma campanha perfeita e impecável. Neste quesito, será necessário um trabalho mais do que psicológico e financeiro para evitar gols anulados e atuações desastrosas de árbitros que estão jogando contra o Corinthians. O foco é dentro de campo e também fora dele. Não disseram que a CBF ia facilitar? Pois é… cadê? Não estou defendendo a maracutaia ou ganhar na “mão grande”, mas perder com a injustiça do apito é tão ruim quanto ver seu time sucumbir 7 partidas seguidas.

Raça e vontade, ingredientes que a torcida entende bem. Se o título vier, Tite entra para uma galeria épica, conquistará um título que nem Mano Menezes conseguiu, para tanto, necessita de um aproveitamento superior ao antigo treinador xodó da Fiel. Se o título escapar, mas existir o compromisso do elenco, também será reconhecido, entenderemos que 2011 poderá ser um ano mais regular onde os títulos chegam naturalmente.

Resta agora a torcida dar aquela ajuda de sempre, onde o “eu nunca vou te abandonar” será entoado tão forte que tocará até mesmo o mais perebento jogador de nosso elenco. #vaicorinthians

Postar um comentário