10/05/2010

Estádio de alerta

Provavelmente você já deve ter ouvido falar que o acordo do Corinthians para a construção do estádio ainda não foi sacramentada. Possivelmente deve ter lido coisas sobre o duto que corta o terreno, além de histórias como a devolução do mesmo à Prefeitura.

Para evitar maiores especulações, o assunto é tratado com sigilo, porém as poucas informações que a mídia tem, levam ao erro do alerta sobre coisas que não vão acontecer.

Dentro do cronograma estabelecido, dificilmente haverá alguma movimentação real antes do final do ano, o que considero um prato cheio para os especuladores.

Realmente o acordo com a construtora não foi sacramentado. Primeiro o projeto está sendo adequado às exigências da FIFA para a abertura da Copa de 14.

Lembro-lhes que são dois projetos distintos. O acordo será fechado para o projeto original modificado, a diferença será bancada pela FIFA e CBF, onde – a princípio – não existirá investimento público na construção.

Com o acordo selado e os projetos aprovados, entra a parte de financiamento do BNDES com garantia da Construtora e aval do Corinthians. Entrou dinheiro, começam as obras.

O duto é uma preocupação, a primeira avaliação para garantir a segurança do local, seria ampliar os investimentos na ordem de R$ 100 milhões, mas já é sabido nos bastidores que o valor para resolver esta questão será bem menor.

Os tramites burocráticos entre governos municipais, estaduais e federais serão respeitados, porém já existe uma pré-determinação para facilitar o andamento dos mesmos, evitando atrasos desnecessários. Tudo visando a Copa.

Não existe a menor possibilidade do projeto ser embargado, fechado, encerrado ou transferido. A abertura será em Itaquera.

Para os que sonham com uma reviravolta, quase uma teoria da conspiração, onde entraria o Pacaembú no lugar, sob a administração do Corinthians, não passa de um sonho infinitamente distante e praticamente impossível.

Ao torcedor, resta-lhe a paciência, a mesma que levou um ano para o anúncio final do estádio, a mesma que levará uns três meses até o começo das obras… paciência tocedor e sem preocupações!

Postar um comentário