11/26/2009

Barrigada atrás de barrigada

Má fé ou desinformação? Esta é a dúvida de muitos torcedores fãs do jornalista Juca Kfouri, após bater forte na diretoria do Corinthians por conta da suposta expulsão do conselheiro Alfredo José Trindade.

Em sua postagem de título “Baixarias alvinegras”, o blogueiro afirma que o conselheiro foi expulso do conselho do Corinthians, que doente não teve como se defender, falecendo 40 dias após enviar sua defesa.

Parte do texto de Trindade leva o jornalista e seus leitores ao erro primário de acusar antes da defesa ou mesmo apurar os fatos antes de usar seu canal de comunicação para destilar o veneno contra a diretoria do Corinthians, que neste caso, não tem absolutamente nada relacionada ao caso.

Trindade, assim como outros conselheiros, foram denunciados por faltarem as reuniões do CD sem justificativa ou por inadimplencia. O Dr Carlos Senger, afastou-os temporariamente, voltando atrás na decisão, mas as denúncias persistiram, gerando processos disciplinares, mas NENHUM CONSELHEIRO FOI PUNIDO AINDA.

Os processos correm em âmbito do CD, presidente e comissão de ética, onde a Diretoria nada pode interferir, ou seja, A DIRETORIA NADA TEM RELACIONADA AO FATO.

Pupilo do blogueiro ainda “apurou” os fatos e entrou em contato com o CD chegando aos nomes de Edu dos Gaviões, Donato Votta e Domingos Neto (Doni), que teriam obedecido as ordens de André Negão. Pura dedução furada de quem olha os fóruns do Orkut. Se tivesse entrado em contato com o CD, teria obtido a mesma informação que estou publicando, ou seja, ninguém foi expulso ainda.

Esta “trindade” tem imposto uma moralidade ao estatuto do clube, independente de qualquer tipo de ação de situação ou oposição, doa quem doer, existe um regimento e precisamos que ele funcione. Algo que todos os sócios deveriam fazer.

Estranho é o fato de Trindade afirmar que suas faltas foram justificadas e apesar de comparecer no início de 2007, não questionou a ausência de suas justificativas nas atas das reuniões, porém é dever do CD, da Comissão de Ética e Disciplina julgar da melhor maneira cada caso.

Que Trindade recebeu carta do Dr. Carlos Senger, sim, mas Senger cancelou seu ato e todos os conselheiros voltaram. Pode ser que doente e sem aparecer no clube, bem como nenhum “amigo” tenha lhe informado, Trindade se quer soube disso.

Juca Kfouri se nega a publicar os reais fatos, mantendo sua publicação, parte da carta de Trindade, a acusação e ainda falando da Diretoria do Corinthians, que desta vez, para a infelicidade do blogueiro e seu pupilo, estão redondamente enganados (de novo)!

Quais os objetivos de Kfouri ao omitir a informação de que Trindade não fora expulso? Que a Diretoria do Corinthians nada tem relacionado ao fato e ainda assim lhe faz duras críticas? Afinal seus leitores merecem a verdade, mas ao que parece, quando ela não convém, o silêncio é a saída para não ter que se retratar – mais uma vez!

Postar um comentário