7/12/2009

Faltou raça, calor ou dinheiro?

desapontado O Corinthians de zaga reserva levou uma pancada do Grêmio e seu ataque reseva em Porto Alegre.

Placar elástico e totalmente anormal para o atual Corinthians. O Grêmio fez o que o Corinthians fez o ano todo: envolveu, tocou, deu olé e foi frio, como o clima em campo.

Ronaldo nem tocou na bola, Jean foi expulso por seus comentários em campo, mas não faltou amarelo pra ninguém. Aplausos só para o Mano, acreditem, os gremistas estão saudosos.

Se contra o Fluminense o Corinthians foi o time de sempre, contra o Grêmio foi o time de nunca, sem Chicão e William, o Corinthians foi refém da mesmice e da desconfiança, a mesma que circulou entre os jornalistas: Será a derrota de hoje, o recado dos jogadores sobre as premiações e bichos que ainda não foram pagos?

Após a partida, consegui contato com um amigo da comissão técnica que me assegurou que o time entrou pra jogar, mas foi surpreendido, quando tentou reagir, levou outra paulada, teve um jogador expulso e veio o terceiro gol, então aquela sensação de que venceria com um pé nas costas foi embora e houve uma discussão forte nos vestiários, Jean pagou o pato praticamente sozinho.

Após 10 jogos, o Corinthians está com 14 pontos, 7 de diferença do líder Atlético-MG e 4 da Zona de Rebaixamento. Os próximos compromissos será contra o Sport e depois contra o Cruzeiro.

Se não era grana – pois parece que o Corinthians já acertou os pagamentos e as datas com o elenco - se faltou ‘calor’ e a raça foi embora, resumindo, foi uma derrota trilegal, tchê!

Postar um comentário