6/24/2009

Fiel Torcedor: Já somos 41 mil!

O projeto de sócio-torcedor do Corinthians chega a impressionante marca de 41 mil sócios.

Dividido em seis planos públicos e um especial para torcedores organizados, o projeto lançado em fevereiro do ano passado vem conquistando boa parte da torcida que recorria às filas e após a contumaz canseira, aos cambistas.

Com planos de R$ 30 à R$ 900 por ano, ser sócio-torcedor dá o direito a compras antecipadas dos ingressos com desconto, definição de setores específicos e pequenos mimos como camisas oficiais, e-mail e brindes do projeto.

A estimativa era de chegar aos 40 mil sócios até o final deste ano e para o centenário, estimava-se chegar aos 70 mil cadastrados, porém o otimismo do torcedor alvinegro pode ultrapassar tal meta.

Outro número impressionante é o do nosso adversário na final da Copa do Brasil, que atingiu essa semana a marca de 99 mil sócios, que pagam mensalmente em média R$ 35 e tem direito a compra de ingressos, a uma área restrita do site oficial e ao complexo do Beira-Rio, sorteios diversos de camisas, encontro com jogadores, etc, além de ter direito a voto! O Colorado informa arrecadar cerca de R$ 2,5 milhões mensais e estima para 2009 chegar à R$ 41 milhões no ano.

O Corinthians ainda não divulgou seus números, mas imaginemos na pior das hipóteses que todos os 41 mil torcedores tivessem o plano anual de R$ 75 (Meu Ingresso) que entrou em vigor este ano, o resultado seria um valor arrecadado de no mínimo R$ 3 milhões. 

Em 2010 o Corinthians possivelmente nem abrirá bilheteria para os jogos, já que os sócios-torcedores poderão comprar seus ingressos antecipadamente. Atualmente o setor verde (mais barato) é disputado entre os sócios e já não é revendido nas bilheterias.

Até para a final da Copa do Brasil o Corinthians separou ingressos para os mais fiéis torcedores do projeto, estão ligando para aqueles que mais prestigiaram o clube oferecendo ingressos para o Beira-Rio. Nos organizados, só os cadastrados terão direito e por final conselheiros e diretores são os únicos com ingressos garantidos.

Resta ao marketing do clube avaliar novas possibilidades, novos planos ou mesmo readequá-los, começar a pensar no processo de prioridade de ingresso, pois se 41 mil já são sócios, o Pacaembú não tem essa capacidade, aí entrará uma questão de matemática simples, como se vende ingressos antecipados com prioridade por presença? Acho que nem o Corinthians pensou ainda na resposta…

Postar um comentário