11/05/2012

Imperador sai de férias e avisa: Feliz Ano Novo!

Adriano avisa que volta aos campos em 2013: “Não sei se será no Rio”.

Vou pegar apenas um trecho da matéria, que resume tudo, absolutamente tudo: “o clube já tinha o direito de demitir Adriano por justa-causa”.

No Corinthians, não lhe faltou estrutura, tão pouco carinho. Inclusive chegou a depreciar alguns atletas que levou para as suas famosas noitadas, jogadores estes que hoje estão emprestados ou negociados.

Quando pressionado, foi em regime de concentração que ele voltou a forma e ajudou a fazer um gol na campanha do penta. Reclamou, contundiu-se e mesmo sob a batuta de Ronaldo Fenômeno, seus dias de redenção foram parar na favela.

Barganhou uma fatia da multa, alias, o Corinthians foi uma mãe. Infelizmente a mídia ainda dá chance para esse ex-atleta falar como dono da verdade.

Mulheres, noitadas, badalação… Adriano deixou de ser jogador faz tempo, hoje ele poderia ser um repórter do CQC ou integrante do Pânico cobrindo as festas no morro, daria mais certo.

Seu histórico é de risco total, qual time aceitaria seus mandos e desmandos? Quem quer um viciado em mulher, bebida e boa vida, que sequer liga para o futebol que proporcionou a ele tudo isso?

Não sei de sua saúde financeira, mas já vi casos de ex-atletas, que em um pequeno prazo de tempo, acabaram mendigando migalhas nos clubes que passaram. E morreram sem que fossem valorizados.

E toda vez que vejo uma matéria dele nos portais de esporte, dou graças aos céus que ele não faz mais parte do elenco do Corinthians.

Postar um comentário