8/16/2009

Sem dó, nem desconto!

Prestem atenção nas frases abaixo, ditas por Lúcio Blanco, diretor de arrecadação do Corinthians:

"Na realidade o que está gerando a dúvida no (sócio) torcedor é o fato de não termos disponibilizado os ingressos para o segundo turno. Estamos em negociação para ver qual vai ser o modelo, mas nada que obrigue a dar um maior desconto".

"Não trabalhamos com queda (de público) pois usamos a média histórica e estamos dentro dela. No ano, nosso retrospecto é de 23 mil por jogo".

"Claro, em alguns jogos cai um pouco, temos jogado muito em casa no meio de semana e isso atrapalha também".

"Agora nosso termômetro será melhor, pois nossos mandos vão ser só de fim de semana".

Como podem ver, a idéia de reduzir os valores dos ingressos para o Fiel Torcedor (sim, sou a favor de apenas reduzir pra quem é sócio) parece estar descartada no clube.

Enquanto um concorrente FORTÍSSIMO abala a estrutura do Corinthians, que é a parceria da BWA com o Banco Itaú, que tem colaborado com 50% do ingresso do torcedor comum, resta aos sócios reclamarem pelos canais de competência.

Como o Corinthians vislumbra mais sócios, se não consegue competir com a própria situação. E não estamos falando de valores absurdos, estamos motivando o torcedor a comparecer em massa, se tornando Fiel Torcedor. Teríamos lotação e recorde de sócios, basta abrir um pouco a mão na arrecadação em prol do espetáculo. Quem sabe até contrariamos a matemática e com a força da Fiel Torcida, oxalá faturamos essa triplice coroa!?

Acorda Corinthians!

Postar um comentário