12/17/2012

#vivemosdecorinthians

O vídeo é do ano passado, mas é impressionante como ele ainda é válido para o momento atual.

Não é o título de campeão invicto da Libertadores ou o Bi Campeonato Mundial que rotulam esta fase do Corinthians.

Não é uma nova e melhorada versão da invasão de 77 que credencia o Corinthians ser o que é.

Não é apenas uma equipe unida, com um líder que sabe exatamente o que fazer e como fazer.

Não é a nova direção que deu uma razão a mais de orgulho para uma nação de 30 milhões de torcedores.

Não é ter a maior torcida, tão pouco os maiores patrocínios.

Não basta ser o mais invejado e o mais falado nas mídias sociais, nos jornais, revistas e programas de TV.

O Corinthians é mais do que uma religião, mais do que rótulos, pois envolve fé, raça e superação.

O time que ficou 23 anos na fila, que jogou na segunda divisão, que foi freguês de Pelé, que até um tempo atrás era o virgem das américas sem estádio.

Este mesmo, hoje, é a misteriosa força que promove improbabilidades, assim vamos superando as barreiras e as dificuldades.

No final, o sorriso. Aquele de satisfação, meio incrédulo, pois não importa o título mundial. Sério, não importa. Quer saber o motivo? Justamente o sorriso que o corintiano dá ao se deparar com aquela chacota do adversário… “Ah, mas…”. Ah, mas o cacete… AQUI É CORINTHIANS, PORRA!

Postar um comentário