12/12/2012

Invadimos, não… o Japão é nosso!

A inveja é uma droga!

O consulado japonês emitiu cerca de 13 mil vistos, sem contar com os números de Dezembro.

Se levarmos em consideração a média histórica do consulado japones de São Paulo, acreditamos que pelo menos 12 mil torcedores do Corinthians saíram do Brasil em direção a terra do oriente.

Porém o que vimos foram mais de 30 mil pessoas no Toyota Stadium na semifinal do Mundial de Clubes. Alias, público de 31.417.

Obviamente que é o maior deslocamento humano em tempos de paz, mas para o UOL/Folha, o Corinthians fica atrás de São Paulo e Internacional.

A contagem considerada pelo periódico é feita apenas e exclusivamente com o total de torcedores no estádio, sem levar nenhum outro item em conta.

Melhor, quantos desses no estádio eram efetivamente torcedores desses clubes? No caso do Corinthians, sabe-se que na torcida do Al Ahly tinham cerca de 500 pessoas e o restante do estádio era todo alvinegro.

Agora pergunto, se ao invés de R$ 10 mil em média que o torcedor do Corinthians pagou para ir ao Japão, quantos não invadiriam o oriente se o valor fosse 1/3 disso? Quase o que pagaram os mesmos torcedores de São Paulo e Internacional em 2005 e 2006, respectivamente.

Alias, qual o time que coloca mais de 30 mil torcedores no estádio no Campeonato Brasileiro? Sim, é fato que a torcida do Corinthians invadiu o Japão.

Porém, sabe como é a inveja. Vamos fazer uma matéria idiota, reduzindo e questionando o feito da torcida, que desafiou a lógica por pura paixão. Afinal, falar de Corinthians vende e falar mal vende mais ainda.

E não estou chateado com mais uma matéria mediocre daquele portal, pois é exatamente isso que nos deixa ainda mais unidos, mais fortes e mais INVEJADOS!

Postar um comentário