3/25/2012

Xô urubu!

torcida_adriano

O clube emitiu nota oficial na última sexta (23) informando que a dispensa de Adriano foi por justa causa.

Alguns jornalistas com fontes ligadas ao Adriano já adiantaram que o jogador irá cobrar o Corinthians na justiça. Para tanto, deverá contestar o tratamento que recebeu.

Porém, Adriano faltou em mais de 20% das sessões de fisioterapia, não conseguiu perder peso que influenciava nas dores que ele sentia, não cumpriu com as recomendações do clube e teve mais de 40 faltas, sem falar dos problemas de insubordinação.

Adriano também levava jogadores do clube para suas conhecidas festas em seu apartamento, uma delas teve duração de 36hs.

Acusado de ter problemas com álcool, já tem quem o defenda dizendo que ele não é alcoolatra, mas sim imaturo e carente.

O fato é que o Corinthians apostou na indicação de Ronaldo e tolerou demasiadamente as pisadas de bola de Adriano. A torcida incentivava e cobrava, mas também foi extremamete paciênte com o atleta.

A dispensa fez com que o Corinthians deixasse de gastar R$ 2 milhões em salários, sendo que o clube já sabia que não haveria renovação de contrato, pois a vontade do jogador era encerrar sua carreira no Flamengo, que já não tem mais Luxemburgo como impedimento.

Acredito que não foi uma decisão fácil, assim o clube se resguardou antes, reunindo provas e até o testemunho de jogadores como Bill e Vitor Junior, conhecidos por frequentarem as festas do imperador regularmente.

Apontar culpados neste momento não é o caso, mas não podemos esquecer que foi uma indicação de Ronaldo, que até o momento não conseguiu cumprir com suas promessas à Fiel ao deixar o futebol.

Um ano se passou e aguardamos que o nosso cônsul contribua com um ou mais bons jogadores ou mesmo um bom contrato de publicidade, até um poderoso naming rights, mas até agora… nada!

E por fim, encerrando de vez o assunto, Adriano no elenco do Flamengo com Love e Ronaldinho… pode ser considerado um ataque dos sonhos da torcida, mas suspeito que a ressaca das festas será bem maior.

Postar um comentário