3/15/2012

Uma Globo menos ácida!

A transmissão da Libertadores entre Cruz Azul e Corinthians nesta última quarta (14) marcou a estréia do comentarista Caio Ribeiro na tela da Globo na competição.

O estilo ácido de Casagrande, que apesar de ser ex-jogador do clube, sempre comentava o pior do pior, deixando de lado as qualidades da equipe e irritando boa parte da torcida.

Caio comentou muito bem, tão bem que quase o imaginei como um Fiel Torcedor falando do jogo.

Segundo a matéria de Ricardo Zanei (Folha/Uol), foram 27 intervenções positivas, destacando as boas defesas de Júlio César, Edenílson como o ‘achado’ de Tite, Danilo como jogador decisivo, Fábio Santos que sempre cria jogadas no ataque e até rasgou elogios à Chicão que salvou um gol em cima da linha.

A atuação de Caio Ribeiro destoou a narração de Cléber Machado, obrigando o narrador a focar no jogo, sem aquelas conversinhas quase sempre irritantes que ele tinha com Casagrande.

Alias, o que irritou mesmo foi a geração de imagens por parte da TV Mexicana, que além de ser em SD, quase nunca mostrava a repetição das jogadas e se perdia nos lançamentos.

Faltou apenas um detalhe para a transmissão da Globo ser nota 10: Trocarem o Cléber Machado pelo Milton Leite, mas aí seria demais para os antis.

Postar um comentário