2/13/2012

Quanto vale uma partida?

404932_165400233576340_100003190920454_250214_1502623368_n

Pra quem vence, a manutenção do tabu, a invencibilidade e a famosa chacota ao freguês.

Para quem perde, a desculpa de sempre, se apegando ao que sobrar, se dizendo campeão disso, daquilo outro… é a mesma desculpa para tudo.

Para o campeonato, apenas mais uma das 19 rodadas que antecedem o quadrangular final, assim, estar entre os 8 primeiros interessa mais do que qualquer outra coisa.

Eis que num jogo comum, a rivalidade entra em campo. Enquanto o Corinthians fazia uma partida irritante com mais posse de bola, o São Paulo seguia irritado com seus próprios erros como a avenida João Filipe e a falha de Jadson que colocaria o jogo em igualdade.

Leão resolveu inovar e trocar 3 de uma só vez, mas quem desconsertou tudo foi Jorge Henrique, que voltou ao bom futebol e sozinho conseguiu dois amarelos e a expulsão de João Filipe.

Zidanilo, pra variar, deixou sua marca.

Vale lembrar que Liedson e Sheik não estavam em campo.

Douglas reestreou, entrando no lugar de Danilo, ambos ovacionados. O maestro entrou desentrosado, mas nada que algumas semanas de treinamento não resolva.

Para os outros, a desculpa que a arbitragem ajudou, a chuva atrapalhou ou mesmo que a Copa do Brasil é prioridade.

O tabu continua!

Postar um comentário