1/02/2012

Vote Sim pelo Não ou Não pelo Sim!

dado No próximo dia 07, haverá a assembléia geral no Corinthians para aprovar ou não uma mudança na eleição para o conselho.

De um lado, os defensores do voto individual em duzentos nomes para o conselho por cédulas de papel. Do outro, o sistema de chapas onde o grupo vencedor nomeia os duzentos nomes para o conselho em urnas eletrônicas.

Tudo isso às vésperas da eleição, graças a falta de convocação do CD ano passado. Tanto a forma da eleição como a antecipação dela foram adiadas junto com tantos outros ajustes sugeridos pela comissão de reforma.

Parte do grupo que apoia a situação, entende que votar em duzentos nomes individualmente é inviável, principalmente pelo fato da demora na apuração, pelo tumulto que poderá gerar e que certamente haverá brechas para impugnações de todas as espécies. O receio é de que o pleito possa ser invalidado e o atual conselho permaneça até uma nova eleição.

Boa parte dos opositores não apoiam a mudança, dizem “Não ao Chapão”, afirmando que o sistema é uma afronta à democracia, que seria uma volta à época de Dualib, entre outros argumentos. O receio é que a popularidade de Andrés Sanchez decida tanto o vencedor das eleições como dos duzentos conselheiros.

O cenário mostra uma guerra entre situação e oposição, onde cada grupo defende o que lhe interessa. As redes sociais se tornaram palanque de discussões, xingamentos e indiretas, desvirtuando o discurso e enganando quem não acompanha a política do clube.

Resultado disso é uma série de maria-vai-com-as-outras, compartilhando textos bonitos, discursos programados e manipulando a opinião para cegar o sócio sobre o objetivo principal que é o poder.

Ao sócio resta a decisão. Qual será o argumento vencedor? O da democracia disfarçada ou da solução ‘menos ruim’?

 

 

PS. Quem tem título de sócio do Corinthians antes de 22 de Setembro de 2008, segue a regra do estatuto anterior, ou seja, 2 anos para votar e 5 anos para ser votado. Quem comprou título após esta data, segue a regra do novo estatuto e precisará de 5 anos para votar, ou seja, só estará apto para voto 5 anos após a compra do título.

Postar um comentário