1/23/2012

Jornal do Gobbi

Abaixo o link para a versão PDF do jornal que está circulando no Parque São Jorge sobre a campanha da Chapa Renovação & Transparência.

http://www.4shared.com/office/nID4sNzK/Jornal_Mario_Gobbi.html

E aproveitando a postagem, o texto de Sérgio Alvarenga que fala sobre “alguns fatos” que são relevantes:

image002

Alguns Fatos Por Sérgio Alvarenga

- Em 2006, na companhia de Andrés Sanchez, Mário Gobbi foi um dos líderes de um grupo de associados que se insurgiu contra a ditatura de Alberto Dualib. Como resultado, já nas eleições para apenas 100 vagas do Conselho Deliberativo, ocorrida em janeiro de 2007, o grupo “Renovação e Transparência” conquistou sua primeira vitória. O atual adversário de Mário Gobbi apoiava chapa assim denominada: “Modernidade e Trabalho com Dualib”;

- Na época, Alberto Dualib ainda dominava a maioria dos Conselheiros Vitalícios e tinha o poder de, sozinho, indicar outras 100 vagas ao Conselho – o mesmo que, acreditem!, todos os associados. Ainda assim, em fevereiro de 2007, Mário Gobbi lançou-se candidato à Presidência do Conselho Deliberativo. Apesar da situação completamente desfavorável, foi derrotado por apenas 02 votos pelo candidato de Dualib. O atual adversário de Mário Gobbi apoiava a chapa “Modernidade e Trabalho com Dualib”;

- No correr de 2007, os profissionais financeiros e jurídicos do grupo “Renovação e Transparência”, sempre com o apoio de Andrés Sanchez e Mário Gobbi, escancararam as irregularidades da administração do Dualib, conseguindo a rejeição de suas contas e o início do processo de impeachment do ex-presidente;

- Com a renúncia do ex-presidente, o grupo “Renovação e Transparência”, com amplo apoio e dedicação de Mário Gobbi, lançou, em outubro de 2007, Andrés Sanchez como candidato a Presidente para o “mandato-tampão”. O grupo venceu. O atual adversário de Mário Gobbi foi candidato, derrotado por Andrés Sanchez;

- Em dezembro de 2007, Andrés Sanchez nomeou Mário Gobbi como Diretor de Futebol. A diretoria trouxe o treinador Mano Menezes para assumir a equipe e recomeçar um novo trabalho, praticamente do zero;

- Já no ano de 2008, o time foi Vice-Campeão da Copa do Brasil e cumpriu a obrigação de retornar a série A, sem dramas, sem traumas, sem sustos;

- Fora dos campos, o grupo “Renovação e Transparência” lutou pela alteração estatutária, conquistando as eleições diretas e o fim das reeleições. O atual adversário de Mário Gobbi, publicamente, manifestava-se contra as eleições diretas;

- Enquanto isso, o departamento de marketing, comandado por Luis Paulo Rosenberg, passou a agir, e o clube começou a aumentar sua receita;

- No início de 2009, a Diretoria contratou Ronaldo Fenômeno. O time, sempre com Mário Gobbi como Diretor de Futebol, foi Campeão Paulista Invicto e Campeão da Copa do Brasil;

- Em fevereiro de 2009, com a vitória da alteração estatutária, o clube fez eleições diretas, e Andrés Sanchez, na companhia de Mário Gobbi e do grupo “Renovação e Transparência”, venceu novamente. O atual adversário de Mário Gobbi foi candidato e novamente derrotado;

- O modelo de gestão profissional implantado por todo o grupo “Renovação e Transparência”, em todos os setores do clube, se solidificou. As receitas passaram a ser as maiores do país. A marca, a mais valorizada. O clube ganhou respeitabilidade;

- No ano do centenário, 2010, a Diretoria promoveu a maior festa pública da história do futebol no país. Foi inaugurada uma exigência centenária: um Centro de Treinamento moderno e equipado. Foi anunciada a realização de um sonho: a construção do nosso Estádio. As receitas cresceram em escala geométrica. No campo, o time conquistou a vaga para a “Taça Liberadores” pelo 2º ano consecutivo;

- Em 2011, o time foi Campeão Brasileiro e conquistou vaga para a “Taça Libertadores” pelo 3º ano consecutivo. O Centro de Treinamento inaugurou sua segunda etapa, o hotel, é já é o mais moderno do país. O Estádio, escolhido para ser o de abertura da Copa do Mundo, começou a ser construído. Está em estágio avançado. Em breve será construído o Centro de Treinamento das categorias de base;

- Tudo isso sem contar o renascimento da natação, do futsal, e as incontáveis outras melhorias em todas as áreas do clube ocorridas na gestão Andrés Sanchez, que exigiriam centenas de parágrafos para serem descritas.

Para explicar o desejo, a constatação e a pergunta a seguir formulados, o que está acima parece ser o suficiente.

UM DESEJO

Eu quero muito que o Corinthians continue nessa estrada. Não quero andar pra trás. Quero prosseguir em frente.

UMA CONSTATAÇÃO EVIDENTE

Para continuar na mesma estrada, há que se votar em quem sempre fez parte ativa dessa recente história gloriosa e não quem sempre se opôs a ela, preferindo a volta dos tempos antigos. É preciso, pois, votar em Mário Gobbi.

UMA PERGUNTA

E você, Corinthiano?

Sérgio Alvarenga

PS. Este blog está divulgando o material que lhe foi disponibilizado pelo candidato. E farei o mesmo com o material que me for disponibilizado dos demais candidatos.

Postar um comentário