9/27/2012

Arena Corinthians: Empréstimos, parcerias e outras dores de cotovelo.

BORROU A CUECA

O Governo do Estado de São Paulo, atualmente administrado pelo santista Geraldo Alckmin e que apoia o candidato palmeirense José Serra para a Prefeitura de São Paulo, não quer mais arcar com os custos das arquibancadas móveis da Arena Corinthians, segundo o jornal Estado de S. Paulo.

Com medo que a opinião pública reprove o investimento de R$ 70 milhões, agora procura parceiros privados para a obra em troca de publicidade em espaços públicos, como estações do Metrô e da CPTM, além das rodovias estaduais.

O Corinthians divulgou em nota que conta com o acordo firmado com o clube pelo Governo do Estado sobre a estrutura móvel que ampliará o estádio de 48 para 68 mil pessoas, possibilitando a abertura da Copa de 14. Descartou bancar o custo da ampliação e não se posicionou contra a busca por parceiros para bancar a obra.


CINEMA NA ARENA

A Arena Corinthians terá o maior telão do mundo com 170 m x 20 x na fachada leste, feito pelas empresas Osram e Traxon. O estádio terá outros 4 telões de 30 m x 7,5 m com definição de um pixel por 7 mm, tal qual o telão do estádio do New York Yankees.


UM TÚNEL NO FINAL DA LUZ

Outro destaque será a iluminação do estádio com refletores que projetarão 5 mil lux, o dobro da potência do estádio do Bayern de Munique.


PARCERIAS QUE TE QUERO

O Corinthians também fez parcerias com empresas líderes em seus segmentos como a Levantina que fornecerá toda a parte de pedras naturais e a Toto que fornecerá louças sanitárias e metais. A próxima negociação será o fornecedor do gramado. Estuda-se a utilização de um gramado na cor cinza ou mesmo numa coloração verde escuro mais próxima do preto.


DE COBERTURA

Um protótipo parcial da cobertura da Arena Corinthians está ao lado do CT do Parque Ecológico para testes e verificação de todas as camadas da construção. Primeiro, uma camada de chapa corrugada. Depois, placas de poliisocianurato, que vão garantir isolamento térmico e acústico. Por cima ainda tem uma camada de gesso acartonado. E, para finalizar, uma grande manta branca, que vai dar acabamento e ainda escoar a água das chuvas, que será reaproveitada no estádio. A construção da cobertura está previsto para começar no final deste ano.

Torcedores querem que a cobertura leve o nome de Ronaldo Fenômeno, em homenagem ao gol marcado contra o Santos em cima do Fábio Costa. #ficadica


VAI PARAR?

As obras da Arena Corinthians já tem pouco mais de 50% concluídas, porém nem o empréstimo do BNDES e tão pouco os incentivos fiscais da Prefeitura foram liberados.

Se o discurso antes era otimista de que as obras não iriam parar, Andrés Sanchez avisou: “O Corinthians e a Odebrecht já combinaram: se até 30 de outubro o BNDES não liberar o financiamento e a prefeitura não fizer o mesmo com o Certificado de Incentivo de Desenvolvimento, as obras param”.

NAMING RIGHTS NA TELA DA GLOBO

A Globo divulgará os naming rigths de estádios a partir de 2013.  O acordo já está fechado entre a televisão e os clubes. Em troca, a emissora receberá uma remuneração ainda a ser definida, a Globo pode receber um percentual pequeno dos contratos fechados pelos clubes ou cobrar dos patrocinadores uma cota para divulgá-los.

Postar um comentário