5/06/2013

Acorda Corinthians!

Eis que o Corinthians está na final do Paulistão 2013!

Ok, tudo bem, muito legal, adoramos chacotar o adversário com piadas sobre pipocas, adiantamentos, contratações furadas e a enorme vala de vitórias, seja na temporada, no comando do Tite, no Morumbi ou em toda a história do “majestoso”.

Mas…

Já aviso que este texto é uma dura crítica à equipe e seu treinador por conta da apatia, quase soberba, que aflige boa parte dos jogadores os quais o esquema tático não funciona.

Obviamente que estou espelhando a crítica aos últimos 2 jogos, um contra o Boca pela Libertadores que finalizamos apenas 3 vezes e esta última partida contra o São Paulo pelo Paulistão que finalizamos apenas 1.

Tite SEMPRE deixou claro que a titularidade era uma questão de M-E-R-E-C-I-M-E-N-T-O, correto? Pois bem, será que Pato e Edenílson estão assim tão abaixo de jogadores como Romarino, Sheik e Alessandro?

E não estou falando de esquema tático, isso cabe ao Tite aplicar o melhor frente ao adversário e sua maneira de jogar. Não estou dizendo que os jogadores acima são horríveis, nada disso. Acho que temos um bom plantel e atletas que merecem esquentar um banco.

Não sou técnico, entendo de táticas pois jogo videogame e na maioria das vezes consigo vencer as partidas com base nisso, mas longe de querer desmerecer Tite, até por tudo que ele conquistou, mas tenho a impressão que ele entrou em pane junto com o time.

É nítido que Guerrero é um atacante isolado, a referencia, a cabeçada, a finalização, a sobra da bola, mas convenhamos, ele tem retornado demais pois a bola não chega. E não chega por diversos fatores.

Supra dependemos do Danilo, que se não está bem, se não colabora, o time todo sente. É tipo um Messi para o Barça, se ele joga bem, o time detona, se ele não está em campo, dependemos da fragilidade do adversário.

Muita gente criticando o Paulinho, que depois da seleção tem esquecido como joga e apesar dos 3 anos juntos com Ralf, a impressão que estamos na pré-temporada. E o que falar de Alessandro, PA e Fábio Santos? Precisa?

Veja, citamos muitos, que antes erravam, mas a qualidade do conjunto superava. Hoje todo mundo está aquém, bolas perdidas para ataque sem finalização. Este é o irreconhecível Corinthians.

Volto a dizer, não quero a saída do Tite, mas comprei a idéia do merecimento, de que quem está bem é titular e quem está jogando aquém fica no banco. Então FAÇA!

Não sou o sabichão que manja tudo de futebol, mas minha voz não é a única a questionar. Sim, questionar, pois só vai virar reclamação mesmo se essa soberba continuar.

E outra, não estou preocupado com uma eliminação, pois isso faz parte do futebol, mas vou ficar muito decepcionado se mais uma vez jogarmos sem raça e entrega. É o mínimo que essa torcida apaixonada pede.

#VaiCorinthians

Postar um comentário