11/26/2008

Sanchez Ironic Mode On

 
Não é a primeira, tão pouco será a última afirmação que Sanchez será mal-interpretado.
 
Seja uma entrevista falando sobre a Marlente Matheus ao Estadão, seja justificando a saída de Flávio Trevisan ou mesmo explicando a função de André Negão.
 
São as armas que foram usadas para seu favor agindo contra, a transparência excessiva exige um certo tom irônico, mas direto, sem rodeios ou firulas, é necessário matar a especulação pela raiz, decretar o fim das "primeiras páginas" e de jornalistas oportunistas de plantão.
 
E quem disse que a crise foi embora no PSJ, já começa a ver núvens negras ao horizonte e se perguntam: Será que chegará até aqui? É pagar pra ver...
Postar um comentário