2/04/2015

Um Corinthians para cada EGO!

O Corinthians iniciou a temporada em ebulição: Começou goleando no Paulista, hoje tem o primeiro jogo da pré Libertadores, sábado tem eleições disputadíssimas, domingo tem clássico na casa do adversário e semana que vem selamos nossa entrada na Liberadores 2015.

Apesar de tudo que envolve esta semana decisiva, algo me preocupa demasiadamente pois devido as eleições no clube, muitos de meus conhecidos, colegas e amigos estão se enfrentando numa batalha de egos saindo em defesa do candidato A ou B como se fossem os próprios, deixando de lado a paixão pelo Corinthians para entrar numa batalha entre versões “Parque São Jorge” de PT e PSDB.

Quero deixar claro que não estou apoiando nenhum lado, pois não vejo nem na situação e nem na oposição uma unidade. Vi apoios sendo construídos e costurados em prol do poder. Vi pessoas desprezando quem deu o sangue para o Corinthians e que fez muita coisa para o bem ser arremessada para o lixo. Escuto discursos em prol da torcida e na popularização e acessibilidade, algo que escutamos de nossos líderes todo o ano de eleição e que nunca saem do papel.

Eu espero que o leitor do Vertebrais tenha um QI mais elevado, entendendo a ironia e o sarcasmo do que escrevo. Assim como não caia na vala comum de discutir que futebol é business que explora o torcedor, que fulano leva comissão, que ciclano quer fechar o clube. Na boa amigos, isso está pior do que aqueles debates de quem torce mais para o Corinthians.

É necessário entender que não adianta apenas debater “propostas” e nem se vangloriar de feitos do passado recente, o ano será complicado financeiramente e a corda arrebenta do lado mais fraco. Não importa quem vença, o que queremos é um Corinthians democrático e justo. Lembrando de que quem vota são os sócios, não os torcedores.

Por fim, amigos, torço para a semana acabar, para quem sabe, depois de uns 2 ou 3 meses, tal qual foi a eleição para Presidente, possamos seguir com a nossa vida, sem agressões, sem discussões bestas, sem ofensas gratuitas e sem diz-me-disse. Você não é o Roberto de Andrade. Você não é o Citadini. Eles são grandes, sabem se defender sozinhos… #ficadica

Postar um comentário